A formação do músico católico é fundamental e a pedra principal é sua obediência e concordância litúrgica.

PESQUISA

Carregando...

sábado, 20 de dezembro de 2014

Os Cientistas e a Fé

Nada é mais falso do que a afirmação de que os cientistas não acreditam em Deus. Só os desinformados, ou de má fé, podem dizer isto. Com segundas intenções, muitos querem dar a entender que “todas” as pessoas inteligentes e esclarecidas não aderem aos “mitos” religiosos; e que os cientistas, “homens especiais”, concluíram pela ciência que Deus não existe. Quem acreditar em Deus seria “politicamente não correto”. É um grave engano como se pode ver pelo que se segue.

quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Como escolher Músicas para Missa com base no ensino 79 da CNBB e no Missal Romano - Respostas à Oração Eucarística

Respostas à Oração Eucarística
Canto Suplementar: Esta categoria inclui cantos para os quais não há textos específicos previstos. A rigor, são elementos facultativos da celebração, e nem precisam ser falados ou cantados.

As intervenções da assembléia durante a Oração Eucarística

Como escolher Músicas para Missa com base no ensino 79 da CNBB e no Missal Romano - Canto Final

Canto Final
Canto Suplementar: Esta categoria inclui cantos para os quais não há textos específicos previstos. A rigor, são elementos facultativos da celebração, e nem precisam ser falados ou cantados.

Canto final ou de despedida

Como escolher Músicas para Missa com base no ensino 79 da CNBB e no Missal Romano - Ação de Graças após a Comunhão

Ação de graças após a Comunhão
Canto Suplementar: Esta categoria inclui cantos para os quais não há textos específicos previstos. A rigor, são elementos facultativos da celebração, e nem precisam ser falados ou cantados.

Após a Comunhão

Função: A Didaqué, um documento da segunda metade do primeiro século do cristianismo, que recolhe instruções e práticas das Igrejas de então, já testemunha o uso de uma ação de graças após a comunhão. Sobretudo se durante o repartir do Pão Eucarístico houve música instrumental ou canto polifônico do coro, um canto da assembléia em seguida poderia ser expressão apropriada de unidade no Senhor Jesus. Este canto não é necessário, e às vezes nem desejável, quando já houve um Canto de Comunhão, com participação do povo, que se prolongou por algum tempo após a distribuição do alimento eucarístico. Recomenda-se, então, o silêncio sagrado, um momento de interiorização após a movimentação ou exultação que poderá ter caracterizado a procissão de comunhão. 

terça-feira, 16 de dezembro de 2014

Como escolher Músicas para Missa com base no ensino 79 da CNBB e no Missal Romano - Comunhão

Comunhão
Canto Processional

O canto de Comunhão

Função: O canto de Comunhão visa, muito especialmente, a fomentar o sentido de unidade. É canto que expressa o gozo pela unidade do Corpo de Cristo e pela realização do Mistério que está sendo celebrado. Por isso, a maior parte dos hinos eucarísticos utilizados tradicionalmente na adoração do Santíssimo Sacramento não é adequada para este momento, pois ressalta, apenas a fé na Presença Real, carecendo das demais dimensões essenciais do Mistério da Fé.