A formação do músico católico é fundamental e a pedra principal é sua obediência e concordância litúrgica.
CASO O PLAYER DE ÁUDIO NÃO CARREGUE, ATUALIZE O NAVEGADOR ATÉ QUE SEJA ATIVADO O botão "PLAY".

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

NA LITURGIA NÃO DÁ PARA IMPROVISAR

Deve evitar-se que, sob pretexto de ensaiar, se façam nas igrejas coisas que desdigam da santidade do lugar, da dignidade da ação litúrgica e da piedade dos fiéis. (Instrução Musicam Sacram, 60).

Os ensaios devem ser feitos em locais apropriados para que não seja usada a igreja como estúdio de ensaio.


Ouça o podcast sobre "a importância do ensaio":

Durante a Santa Missa não é local para experimentações e por isso todo o repertório deve ser ensaiado previamente para que a celebração seja vivida com serenidade.

É muito para desejar que os organistas e demais instrumentistas não sejam apenas peritos no instrumento que lhes é confiado, mas conheçam e estejam intimamente penetrados pelo espírito da Liturgia para que, ao exercer o seu ofício, mesmo ao improvisar, enriqueçam a celebração segundo a verdadeira natureza de cada um aos seus elementos e favoreçam a participação dos fiéis. (Instrução Musicam Sacram, 67). Por isso é de grande importância que os músicos estudem liturgia para que ao tocar na Santa Missa promovam o espírito de recolhimento e oração são característicos das ações litúrgicas.

Fonte: Canção Nova

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...