A formação do músico católico é fundamental e a pedra principal é sua obediência e concordância litúrgica.
CASO O PLAYER DE ÁUDIO NÃO CARREGUE, ATUALIZE O NAVEGADOR ATÉ QUE SEJA ATIVADO O botão "PLAY".

sábado, 21 de março de 2015

JORNADA DIOCESANA DA JUVENTUDE NO RIO

A Jornada Diocesana da Juventude (JDJ), dimensão diocesana da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), teve sua primeira edição no Rio de Janeiro em 2014, e acontecerá novamente em 2015, dia 28 de março, sábado, no Posto 3 da Praia do Pepê, na Barra da Tijuca, às 14h. Da praia, os jovens seguirão em procissão até a Paróquia São Francisco de Paula, onde o cardeal arcebispo do Rio, Dom Orani João Tempesta, presidirá missa às 16h. O assessor eclesiástico do Setor Juventude, padre Jorge Carreira, estará presente durante todo o evento, e a animação da procissão ficará por conta da Banda Linguagem dos Anjos.
O tema proposto pelo Papa para ser trabalhado na Jornada em 2014 foi a 5ª bem-aventurança: “Bem-aventurado os pobres em espírito” (Mt 5,7). Em 2015, a intenção de Francisco foi continuar essa reflexão. Portanto, ele escolheu como tema a 6ª bem-aventurança: “Bem-aventurados os puros de coração, porque verão a Deus” (Mt 5,8).

“Continuamos a nossa peregrinação espiritual para Cracóvia, onde em julho de 2016 se realizará a próxima edição internacional da Jornada da Juventude. Como guia do nosso caminho, escolhemos as bem-aventuranças evangélicas. No ano passado, refletimos sobre a bem-aventurança dos pobres em espírito, inserida no contexto mais amplo do Sermão da Montanha. Juntos, descobrimos o significado revolucionário das bem-aventuranças e o forte apelo de Jesus para nos lançarmos, com coragem, na aventura da busca da felicidade”, afirmou o Papa Francisco, na mensagem para a próxima JMJ, lançada no dia 17 de fevereiro deste ano.
Para a articuladora do Setor Juventude da Arquidiocese do Rio, Gracielle Reis, responsável pela organização do evento, é interessante a Jornada acontecer no Domingo de Ramos, porque estimula o jovem a estar no centro da fé cristã, que é a Semana Santa, quando acontecem a paixão, morte e ressurreição de Cristo.
“Queremos seguir o apelo da Igreja de fazer a Jornada com os jovens cariocas para que como povo do Rio de Janeiro mergulhemos profundamente no mistério pascal desde o Domingo de Ramos”, explicou.
Jornada diocesana
A JDJ, sendo a dimensão diocesana da JMJ, surgiu já em 1985, quando o então Papa João Paulo II instituiu a JMJ. No Brasil, ela ganhou força em 2014, após a realização da JMJ no Rio de Janeiro, em 2013. O intuito é um encontro anual para preparar para a Jornada Mundial, que ocorre a cada três anos, e assim aprofundar o encontro com Cristo e o comprometimento com o Evangelho. Para isso, as dioceses do Brasil se reunem no Domingo de Ramos ou em uma data próxima para, juntos, refletirem a mensagem do Papa. Mas a proposta da JDJ é ir além do próprio Domingo de Ramos e se estender durante a Quaresma, se desenvolvendo como a Campanha da Fraternidade, baseada em um subsídio, para que os jovens possam se valer deste período, que é voltado à reflexão.
Assim, a JMJ vai sendo preparada desde cedo, para que não seja um único encontro, mas um compromisso contínuo com Cristo.
Segundo Gracielle, a escolha da praia para a realização do evento foi motivada pelo aniversário de 450 anos da cidade do Rio e pelo fato de o Setor Juventude acreditar que esse é um lugar bem carioca para reunir os jovens.
“Estaremos ainda no mês em que se comemoram os 450 anos da cidade. E por que não viver essa celebração nesse nosso cenário belo?”, indagou.
Serviço
Na fanpage do Setor Juventude da arquidiocese há informações e instruções de como chegar ao local do evento a partir dos oito vicariatos.
A Paróquia São Francisco de Paula fica na Praça Euvaldo Lodi, s/n, na Barra da Tijuca.
Facebook Setor Juventude: http://goo.gl/Nm6Ypu

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...