A formação do músico católico é fundamental e a pedra principal é sua obediência e concordância litúrgica.
CASO O PLAYER DE ÁUDIO NÃO CARREGUE, ATUALIZE O NAVEGADOR ATÉ QUE SEJA ATIVADO O botão "PLAY".

terça-feira, 24 de novembro de 2015

MÚSICA LITÚRGICA NA IGREJA - PARTE 7

Jake Trevisan e Walmir Alencar conversam com Pe. Zezinho e Pe. Joãozinho sobre música litúrgica 

No 7º episódio da série “Música na Igreja”, padre Joãozinho explica a diferença entre Ofertório, Oferenda e diz: “O Rito, na liturgia, tem seu código, inclusive de bom senso.”
Os músicos, com o sacerdote, falam ainda sobre as canções de Comunhão, Ação de Graças, e o Cordeiro. Momentos que se não forem bem vividos, perde-se a oportunidade de cantar a Missa, para apenas cantar na Missa.
Além disso, padre Joãozinho diz como escolher as músicas apropriadas para os sacramentos do batismo e matrimônio.
Padre Zezinho, com toda sua experiência musical, ensina neste último episódio da série que a liturgia tem que traduzir a Igreja e não a opinião do cantor. “Não cantamos para expressar nossa opinião”, enfatizou. Segundo o sacerdote, é função do jovem comunicador, do jovem catequista, do jovem cantor, do compositor, traduzir em linguagem jovem aquilo que a Igreja está querendo dizer em linguagem adulta.

Assista:


Acesse também:
Adquira o CD "Na Santa Eucaristia" em nossa Loja Virtual

Adquira o CD “Na Santa Eucaristia” em nossa Loja Virtual

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...